terça-feira, 28 de agosto de 2012

QUAL A DIFERENÇA ENTRE O PASTOR E O LOBO?




1. Pastores vivem à sombra da cruz, lobos vivem à sombra de holofotes.
2. Pastores choram pelas suas ovelhas, lobos fazem suas ovelhas chorar.
3. Pastores têm autoridade espiritual, lobos são autoritários e dominadores.
4. Pastores têm esposas, lobos têm coadjuvantes.
5. Pastores têm fraquezas, lobos são poderosos.
6. Pastores olham nos olhos, lobos contam cabeças.
7. Pastores apaziguam as ovelhas, lobos intrigam as ovelhas.
8. Pastores têm senso de humor, lobos se levam a sério.
9. Pastores são ensináveis, lobos são donos da verdade.
10. Pastores têm amigos, lobos têm admiradores.
11. Pastores se extasiam com o mistério, lobos aplicam técnicas religiosas.
12. Pastores vivem o que pregam, lobos pregam o que não vivem.
13. Pastores vivem de salários, lobos enriquecem.
14. Pastores ensinam com a vida, lobos pretendem ensinar com discursos.
15. Pastores sabem orar no secreto, lobos só oram em público.
16. Pastores vivem para suas ovelhas, lobos se abastecem das ovelhas.
17. Pastores são pessoas humanas reais, lobos são personagens religiosos caricatos.
18. Pastores vão para o púlpito, lobos vão para o palco.
19. Pastores são apascentadores, lobos são marqueteiros.
20. Pastores são servos humildes, lobos são chefes orgulhosos.
21. Pastores se interessam pelo crescimento das ovelhas, lobos se interessam pelo crescimento das ofertas.
22. Pastores apontam para Cristo, lobos apontam para si mesmos e para a instituição.
23. Pastores são usados por Deus, lobos usam as ovelhas em nome de Deus.
24. Pastores falam da vida cotidiana, lobos discutem o sexo dos anjos.
25. Pastores se deixam conhecer, lobos se distanciam e ninguém chega perto.
26. Pastores sujam os pés nas estradas, lobos vivem em palácios e templos.
27. Pastores alimentam as ovelhas, lobos se alimentam das ovelhas.
28. Pastores buscam a discrição, lobos se autopromovem.
29. Pastores conhecem, vivem e pregam a graça, lobos vivem sem a lei e pregam a lei.
30. Pastores usam as Escrituras como texto, lobos usam as Escrituras como pretexto.
31. Pastores se comprometem com o projeto do Reino, lobos têm projetos pessoais.
32. Pastores vivem uma fé encarnada, lobos vivem uma fé espiritualizada.
33. Pastores ajudam as ovelhas a se tornarem adultas, lobos perpetuam a infantilização das ovelhas.
34. Pastores lidam com a complexidade da vida sem respostas prontas, lobos lidam com técnicas pragmáticas com jargão religioso.
35. Pastores confessam seus pecados, lobos expõem o pecado dos outros.
36. Pastores pregam o Evangelho, lobos fazem propaganda do Evangelho.
37. Pastores são simples e comuns, lobos são vaidosos e especiais.
38. Pastores tem dons e talentos, lobos tem cargos e títulos.
39. Pastores são transparentes, lobos têm agendas secretas.
40. Pastores dirigem igrejas-comunidades, lobos dirigem igrejas-empresas.
41. Pastores pastoreiam as ovelhas, lobos seduzem as ovelhas.
42. Pastores trabalham em equipe, lobos são prima-donas.
43. Pastores ajudam as ovelhas a seguir livremente a Cristo, lobos geram ovelhas dependentes e seguidoras deles.
Pastores constroem vínculos de interdependência, lobos aprisionam em vínculos de co-dependência.Os lobos estão entre nós e é oportuno lembrar-nos do aviso de Jesus Cristo: “Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores” (Mateus 7:15).

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

E joelhos no chão com jejum e oração.

Quando satanás se levanta contra minha vida.
Eu dobro os meus joelhos no chão para derrubá-lo com oração.


Festival do estudante em Palmeirina.


terça-feira, 14 de agosto de 2012

Nosso candidato a Prefeito de Palmeirina. Marcelo Neves!!




Antes de tudo quero falar para você meu amigo Marcelo Neves Lima que voto em você por que tenho certeza que tu és o menino dos olhos de DEUS sei que você acredita nesse DEUS lindo q
uer servimos ;pois o nosso DEUS não é de placa de igreja mais sim!!! da quele que clama que suplica e que acima de tudo confessar que JESUS CRISTO E FILHO DE DEUS.
Conheço você e sua esposa há anos.
Socorro que para mim uma grande amiga linda,meiga,docil e sempre gentil com todos.
Vim da roça como vocÊ e Socorro e lembro muito bem da quele menino que vinha de caminhão para rua estudar foi lá que nós nos conhecemos e você foi sempre assim esse menino humilde "humildade não tem nada a ver com pobreza pois tem muito pobre orgulhoso.Mas sim têm a ver com não querer ser nem mais e nem menos do que é. É colocar-se no seu devido lugar sem querer ser melhor que ninguém assim e você e socorro.
Por isso são pessoas queridas por todos de nossa cidade!!!
Construiu uma linda família aquem eu admiro muito.
Esse homem/menino é: MARCELO NEVES DE LIMA, filho de D. Maria José e Sr. Antônio Satilio, irmãos de 
Jose Anchieta Neves Anchieta , Aurinês,Santelmo Neves Marciele Neves ele, Esposo de Socorro Neves e pai de Mateus Filipe e Pedro Lucas, amigo e irmão de todos de Palmeirina. COM GRANDE EMOÇÃO E HONRA, O HOMEM/MENINO FALOU: PALMEIRINA, ESTOU A TUA DISPOCISÃO..E POR ISSO QUE VOTO EM VOCÊ DE TODO MEU CORAÇÃO.

por:Valdelice Lopes.

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Em Palmeirina/PE, Show com o Trio e Banda ASAS DA AMÉRICA

DIA 11 de agosto, dia do estudante. 
Em Palmeirina/PE, Show com o Trio e Banda ASAS DA AMÉRICA e ARTISTAS DA TERRA, a partir das 22:00 horas no Centro da Cidade.

TEM CORAGEM DE TENTAR??

Convido você a senta em uma cadeira de rodas e anda pelas ruas da sua cidade. 
Façam o teste e vejam se é fácil viver em um país de "aparências"!!
Se somos capazes de sediar copa do mundo e olimpíadas, por quê os governantes não são capazes de nos dar um acesso digno? 

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

DIREITOS AOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA





DIREITO AO TRABALHO
A Constituição federal proíbe qualquer discriminação ao trabalhador portador de deficiência. A Lei nº 8.112/90 assegura 20% dos cargos e empregos públicos para as PPD. A Lei nº 8.213/91 introduziu a reserva de mercado para as empresas privadas, o que veio a ser regulamentado pelo Decreto nº 3.298/99. Com ele, a empresa com cem ou mais funcionários é obrigada a preencher de 2% a 5% de cargos com pessoas reabilitadas ou portadoras de deficiência.

DIREITO À EDUCAÇÃO
A Lei nº 4.024/61 diz que a educação de excepcionais deve, no que for possível, enquadrar-se no sistema geral de educação, a fim de integrá-los na comunidade, e que toda iniciativa privada considerada eficiente pelos conselhos estaduais de educação receberá dos poderes públicos tratamento especial mediante bolsas de estudo, empréstimos e subvenções. Já a Lei nº 5.692/71, que trata do ensino de 1º e 2º graus, diz que os alunos que apresentem deficiências físicas ou mentais devem receber tratamento especial, de acordo com as normas fixadas pelos conselhos de educação. A Constituição prevê atendimento educacional especializado, de preferência na rede regular de ensino, para todos.

DIREITO À SAÚDE
A Lei nº 9.656/98, que trata dos planos e seguros de saúde, proíbe que haja qualquer impedimento em decorrência da deficiência. Já o Decreto nº 3.298 fixa uma série de garantias, como atendimento domiciliar, psicológico, reabilitação, ajuda técnica que inclui próteses e equipamentos. As vítimas da talidomida têm prioridade no fornecimento de próteses e demais instrumentos, bem como nas intervenções cirúrgicas e assistência médica pelo SUS (Lei nº

TRANSPORTE GRATUITO
A Lei n° 8.899/94 concede passe livre aos portadores de deficiência, comprovadamente carentes, no sistema de transporte coletivo interestadual. O benefício é concedido junto ao Ministério dos Transportes.

ASSISTÊNCIA SOCIAL
A Lei nº 8.742/93 assegura ao portador de deficiência o direito de receber um salário mínimo mensal, desde que comprove ter uma renda inferior a ¼ do salário mínimo. A Lei nº 7.070/82 assegura pensão especial vitalícia às vítimas da talidomida e o acesso, por todos, aos programas governamentais é garantido pela Lei nº 7.853/89.

ISENÇÕES E BENEFÍCIOS
Isenções de ICMS e IPI para veículos destinados a uso de paraplégicos ou de PPD (Lei Complementar nº 53/86 e Lei nº 8.899/94). Isenção de IOF para as operações de financiamento de automóveis de passageiros de fabricação nacional (Lei n° 8.383/91). Isenção do Imposto de Renda pelos benefícios auferidos pelos deficientes mentais (Lei nº 8.687/93) e deduções com aparelhos, materiais e despesas (Instrução da Receita Federal nº 15/01)
.
ACESSIBILIDADE
Para facilitar a locomoção e o acesso, a Constituição e a Lei nº 10.098/00 estabelecem normas e critérios básicos; a Lei nº 7.405/85 torna obrigatória a colocação do Símbolo Internacional de Acesso em todos os locais e serviços que permitam a utilização pelas PPD. Já a Lei nº 9.045/95 disciplina a obrigatoriedade de reprodução, pelas editoras de todo o país, de obras em braile, e permite a reprodução, para cegos, de obras já divulgadas, sem finalidade lucrativa.

OUTRAS
A Lei nº 9.867/99 prevê a instituição de cooperativas sociais, visando à integração social das pessoas em desvantagem no mercado.
A Lei nº 8.666/93 dispensa de licitações a contratação, pelos entes públicos, de associações de portadores de deficiência sem fins lucrativos para prestação de serviços ou fornecimento de mão-de-obra.
A Lei nº 10.436/02 garante o uso e a difusão da Língua Brasileira de Sinais (Libras).

  1. Lei 10.048/00Dá prioridade de atendimento às pessoas portadoras de deficiência, os idosos com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, as gestantes, as lactantes e as pessoas acompanhadas por crianças de colo.


quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Inclusão de Deficientes no Mercado de Trabalho.




 A alguns anos, antes do estabelecimento da Lei 8213/91 de 24/07/1991, conhecida como Lei de Cotas para empresas o profissional com deficiência conseguia ingressar no mercado de trabalho através de ações governamentais ou eram terceirizados por Associações ou ONGs e atuavam em órgãos do governo Estadual e federal.
Desde 1991 existe uma lei no Brasil que obriga as empresas com mais de 100 funcionários a contratarem pessoas portadoras de deficiências. A lei prevê que uma determinada quantidade de vagas, que varia de 2% a 5% do número total de funcionários, deve ser reservada para pessoas deficientes.
As barreiras para a inclusão de deficientes talvez estejam mais em nossas cabeças do que em problemas efetivos. Como durante muito tempo os deficientes estiveram segregados, a sociedade acabou por reforçar seus preconceitos e nos acostumamos a mantê-los sempre isolados e marginalizados.
É claro que a empresa irá precisar fazer algumas adaptações para receber estas pessoas. Em geral, são necessárias algumas adaptações físicas: instalações de rampas, de banheiros adaptados para cadeiras de rodas, de sinais sonoros e instruções em Braille para deficientes visuais.A contratação de funcionários, neste caso, pode precisar de uma atenção especial. O recrutamento precisa ser feito de forma mais ativa e cuidadosa para que não sejam cometidas injustiças.
A sensibilização de gestores e funcionários é outro passo decisivo.
Pela dificuldade que têm em lidar com o novo e porque não estão habituados a lidar com deficientes  na inclusão destas pessoas no mercado de trabalho, torna-se fundamental investir na sensibilização de gestores e funcionários.
Já os funcionários precisam estar preparados para receber os novos colegas. Se a empresa tem a intenção de contratar deficientes auditivos, por exemplo, seria recomendável que os funcionários pudessem fazer um curso de linguagem brasileira de sinais (libras). Isso facilitará a comunicação e contribuirá com a integração destas pessoas e a melhoria do ambiente de trabalho.


Dica para Deficientes:

Uma dica importante para os profissionais com deficiência, graduados e com experiência para esta fase que se encontra, onde as vagas ofertadas não são compatíveis com sua capacitação técnica é ter uma boa rede de relacionamentos onde surgirão grandes oportunidades de emprego, para isso é necessário manter-se sempre atualizado, participando de cursos e  palestras, além de desenvolver um bom trabalho onde passa, em qualquer situação, independente de profissional com deficiência ou não, o respeito e ética são fundamentais.



Valdelice Lopes.

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Inclusão Social



Eu quero ser útil pra minha cidade.
Eu quero inclusão pra mim,pra você e pra todos!! 

Nossa cultura tem uma experiência ainda pequena em relação à inclusão social, com pessoas que ainda criticam a igualdade de direitos e n

ão querem cooperar com aqueles que fogem dos padrões de normalidade estabelecido por um grupo que é maioria. E diante dos olhos deles, também somos diferentes.
E é bom lembrar que as diferenças se fazem iguais quando essas pessoas são colocadas em um grupo que as aceite, pois nos acrescentam valores morais e de respeito ao próximo, com todos tendo os mesmos direitos e recebendo as mesmas oportunidades diante da vida.
A princípio, NÓS ganhamos algumas liberdades através das rampas, que permitiram maior acesso às escolas, igrejas, bares e restaurantes, teatros, cinemas, meios de transporte, etc. Mais A inclusão está ligada a todas as pessoas que não têm as mesmas oportunidades dentro da sociedade não e apenas acadeirantes.
Os excluídos socialmente são também os que não possuem condições financeiras dentro dos padrões impostos pela sociedade, além dos idosos, os negros e os portadores de deficiências físicas,deficientes visuais, auditivos e mentais.
fica a dica o que é inclusão social.





Valdelice Lopes.